Eventos

Seu Jorge confirmado para festival Beja na Rua

A segunda edição do festival Beja na Rua arranca a 16 de junho e promete voltar a transformar o centro histórico de Beja numa sala de espetáculos e manifestações artísticas ao ar livre, com animação de rua, mini-concertos e exposições, a acontecerem em simultâneo.

O brasileiro Seu Jorge é a mais recente confirmação. Músico da cabeça aos pés, cantor, compositor, instrumentalista, produtor e ator, tem uma carreira internacional brilhante e, em Portugal, é seguido por uma legião de fãs que fazem dele um dos artistas brasileiros mais ouvidos e reconhecidos atualmente no nosso País.

Mais um concerto a não perder no Beja na Rua. Um festival que é, acima de tudo, uma celebração das artes na rua.

Beja na Rua

De 16 de junho a 15 de julho, Beja volta a mostrar Alma Criativa. Está de regresso o Beja na Rua, Festival de arte pública que celebra as artes na rua. Promovido pela Zarcos – Associação de Músicos de Beja, em parceria com associações e entidades do concelho, a iniciativa é uma aposta de Beja na afirmação das indústrias criativas, que fazem desta cidade uma montra para criadores locais e convidados, onde a cultura local se funde com o que de melhor se faz ao nível nacional e internacional.

Depois de anunciar o concerto de abertura do Beja na Rua com Ney Matogrosso, a 16 de Junho, e o encerramento, com Miguel Araújo, a 15 de Julho, a organização do festival apresenta mais um grande nome para o fim-de-semana que encerra 4 semanas de espetáculos musicais, animações de rua, intervenções de arte urbana, exposições, performances de dança e poesia, “workshops”, que reúnem em Beja muitos artistas: Seu Jorge, na Praça da República, em Beja, a 14 de julho.

Ler mais > Visitar Site

Turista Acidental

Turista Acidental

Antes de escrever e fotografar, a minha alma nómada já me fazia andar de um lado para outro. Fui cigana, por eles “adoptada”, e com eles andei entre 1982 e 86. Destas andanças resultou o livro “Filhos da Estrada e do Vento”, uma recolha de contos, ouvidos em muitos serões à roda da fogueira, e um documentário para a televisão, uma série de 4 episódios sobre a vida e costumes deste povo. Seguiu-se uma curta carreira de arqueóloga. O meu sonho, na altura, era ser Egiptóloga… mas não passei das planícies alentejanas e do norte de Itália.
Em 1992 comecei a escrever e fotografar sobre viagense colaborei com várias revistas como a Máxima, Grande Reportagem, Fortuna, Volta ao Mundo, Activa, Exame, Viagens, etc. Na Visão iniciei a secção das Viagens da revista. Em 95 lancei a “Rotas e Destinos”, como editora. Em 2000 resolvi lançar as minhas próprias revistas,“B de Brasil”,exclusivamente sobre o Brasil e a HS- Hotéis de Sonho.
Em 2009 deixei as edições em papel e comecei a dedicar-me ao online com a criação da turistacidental.com,onde dou dicas das coisas boas que há pelo mundo fora.
Turista Acidental
Seu Jorge confirmado para festival Beja na Rua

Most Popular

To Top