Internacional

Respeitar o dever da vontade: o exemplo do congresso do Bio Emulation Group

Esta semana regressei do Congresso de Bio-Emulation na Medicina Dentária, que aconteceu em Mykonos, na Grécia. Um lugar fantástico onde aproveitei também para descansar.

Bio-Emulation é conhecido em Portugal como Biomimética – mimetização da natureza. Hoje em dia, a medicina dentária consegue transformar um dente não-saudável ou menos estético, numa estrutura natural dentária, devido à evolução das técnicas e dos materiais conseguidos em laboratório. Todo o congresso foi uma verdadeira experiência, principalmente devido à qualidade dos palestrantes que são realmente os melhores do mundo.

Já aqui escrevi no blog, e aproveito esta publicação para partilhar o pensamento mais profundo que tomava conta de mim na viagem de avião no regresso a casa: “A cooperação será sempre o caminho do sucesso”. Ninguém vai longe sozinho, e este congresso foi só mais um exemplo dessa verdade.

O congresso foi todo organizado por um grupo de profissionais que se auto-intitulam de Bio Emulation Group. Nada mais, nada menos, que os melhores profissionais da área, juntos num grupo informal para falar sobre o tema e partilhar informação. Neste congresso, este grupo foi capaz de fazer aquilo que realmente a ciência deve fazer: questionar! Conseguiram criar uma nova teoria (de restauração de dentes anteriores), teoria essa que melhora as três existentes até aos dias de hoje, e que irá ser publicada ainda este ano e possivelmente será a teoria a que todos os médicos dentistas vão recorrer em 2018.

Nature is based on harmony. So it says if we want to survive and become more like nature, then we actually have to understand that it’s cooperation versus competition.

— Bruce Lipton

É espantoso como um grupo informal, unido pela cooperação, organização e ética, nos levou a todos a questionar, através do seu saber, e leva toda uma classe médica a mudar com eles. Tudo isto pela melhor saúde dos pacientes. Todos nós controlamos o pensamento que nos leva a novas condições. Escolham o pensamento que querem controlar.

Uma boa reflexão.

Ler Mais > Fonte Notícia

mm

Hugo Madeira

Tal como o Miguel Esteves Cardoso, “acho que as autobiografias das pessoas deveriam começar pelo presente”. E hoje sou feliz na minha pele de pai, de marido e de médico dentista. Acordo realizado, mas nem sempre inteiro, por agora e para sempre, enquanto o animo me permitir, vou precisar de concretizar sempre mais.



Quis ser dentista desde que me lembro, sem prever o porquê, sem saber para onde ia. Ainda não estou seguro, mas tenho um palpite, construir para mim e para os outros, tornar-me um líder na concepção moderna do termo, “tornamo-nos líderes no dia em que decidimos ajudar os outros a crescer”, Simon Sinek.



Não é fácil empreender todos os dias, mas quem é que disse que ia ser?



As regras mudam constantemente, é natural, chama-se evolução. Para ganhar é preciso aprender as regras, mas o grande incómodo acontece porque nem sempre sabemos o que queremos ganhar. Todos os dias construímos novas premissas para sermos quem somos e desconhecemos ou depreciamos o que de mais valioso podemos ter – a vida.
Via Hugo Madeira.com

Esta é a proposta de um espaço para inspirar, dedicado ao leitor, para que sinta, tal como eu, que todos nós temos acesso a um infinito de possibilidades. É o blog de um médico dentista onde se vai falar de tudo, menos de dentes.
mm

The Latest

To Top