Desporto | Sport

IMC: Qual é o seu peso ideal?

O assunto do peso ideal continua a ser um assunto bastante discutido visto que abraça aspetos da saúde humana e do seu tratamento. Para além do aumento do risco de diabetes tipo 2, enfarte do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC) e osteoartrose, o excesso de peso também aumenta o risco de vários tipos de cancro.

Para poder realizar diversos tratamentos, o médico tem de saber o peso do paciente para calcular a dosagem adequada. Além disso, as pessoas têm-se tornado mais conscientes da importância da saúde e do fitness e querem ter dados concretos sobre o seu corpo, sobre a eficácia do treino que realizam e também sobre os esforços que praticam para terem uma vida saudável.

A origem do peso corporal ideal

A primeira pessoa que se dedicou ao peso corporal ideal (PCI) foi Paul Broca (um médico do Exército francês), que teve que estabelecer o PCI para os soldados. Descobriu e publicou o chamado Índice de Broca que foi aplicado e usado durante cerca de um século. No seu índice, Broca apenas usou a altura em centímetros, e depois subtraiu 100 para obter o peso normal. De seguida, subtraiu 10% do peso normal para obter o PCI.

Exemplo:

Altura = 175 cm
Peso normal = 175-100 = 75kgs
PCI = 75-10% = 67,5kgs

Rapidamente o seu método foi adotado internacionalmente sem grande contestação.

Mas o índice de Broca não considera outros fatores que são importantes para o PC, como, por exemplo, o peso atual, a idade e o ambiente, entre outros. Foram então criadas novas fórmulas, contudo, a maioria das fórmulas subsequentes só remodelam o Índice Broca.

Hoje em dia, o método mais usado para obter o peso corporal ideal, é o chamado índice de massa corporal (IMC). É um cálculo que divide as pessoas em uma de quatro categorias:

• Pessoas que estão abaixo do peso, com uma pontuação de menos de 18,5;
• Peso normal, com pontuação entre 18,5 e 24,9;
• Sobrepeso, com uma pontuação de 25 a 25,9;
• Obesos, com uma pontuação de 30 ou acima.

No entanto, como o IMC baseia-se apenas em altura e peso, não leva em conta as proporções de osso, músculo ou gordura dum individuo. Por exemplo, uma pessoa com uma massa muscular elevada e com pouca massa gorda (como um atleta de competição, um bodybuilder, etc) é mais provável que tenha um maior IMC em comparação com alguém com mais massa gorda e menos massa muscular – isso acontece porque o músculo é quatro vezes mais denso e pesa mais do que o tecido adiposo.

Assim, a utilização de modos de medição complementares pode dar uma indicação mais exata e completa do risco para a saúde como por exemplo:

Fita métrica

Para ser considerado saudável, a circunferência da cintura deve ser inferior à metade da altura duma pessoa. De acordo com a agência americana para o Controle e Prevenção de Doenças (Center of Disease Control and Prevention (CDC)), a gordura abdominal excessiva é um fator de risco de desenvolver diabetes tipo 2, hipertensão arterial e doença cardíaca coronária.
Para medir a circunferência da sua cintura, fique em pé e coloque a fita métrica em torno do seu abdómen um pouco acima do umbigo. Relaxe, não contraia a sua barriga, e não comprima a fita firmemente em torno da cintura.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), os valores máximos saudáveis são:

  • em mulheres: 88cm
  • em homens: 102 cm

Balança de bio-impedância

Esta balança está equipada com elétrodos, que disparam impulsos elétricos minúsculos (inócuo e indolores) para todo o corpo e mede a rapidez com que esses impulsos retornam ao dispositivo. A massa magra conduz impulsos elétricos mais rápido do que o tecido adiposo, permitindo que o dispositivo meça a quantidade de gordura pela velocidade de retorno dos impulsos. Quanto mais rápido for o tempo de resposta, mais magro é o corpo.

Referências Bibliográficas:
Pai MP, Paloucek FP, The origin of the “Ideal” body weight equations. Ann Pharmacol 2000; 34:1066-69
Stehman CR, Buckley RG, Dos Santos FL, et al, Bedside estimation of patient height for calculating ideal body weight in the emergency department. J Emerg Med 2011;41:97-101
Matsuzawa Y, Tokunaga K, Kotani K, Keno Y, Kobayashi T, Tarui S, Simple estimation of ideal body weight from body mass index with the lowest morbidity. Diabetes Res Clin Pract 1990;10(Suppl. 1):S159-64.
Bhumika, S., Kathrn, S. and Clarie, B. (2006). Comparison of Ideal Body Weight Equations and Published Height-Weight Tables With Body Mass Index Tables for Healthy Adults in the United States. Nutritional Diabetics 1(3)312-319
Green B, Duffull S. (2002). Caution when lean body weight is used as a size descriptor for obese subjects. Clin Pharmacol Ther. 72:743–4.
Thordis Berger
CMO – Chief Medical Officer Holmes Place

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!

 

Ler Mais > Visitar Site Parceiro [author_name]

Holmes Place

Holmes Place

Holmes Place at Holmes Place
Ginásios /centros de fitness · Nutricionista · Spa
em Portugal
Holmes Place

Latest posts by Holmes Place (see all)

IMC: Qual é o seu peso ideal?

The Latest

To Top