Bloggers | News

FADO REDUX | PROGRAMA DEZEMBRO | BICAENSE


FADO REDUX
Dezembro e os sacerdotes do transe colectivo
Dezembro / Bicaense / Entrada livre

O remix sabe a velho, o detox sabe a verde e o redux saboreia o passado com olhos contemporâneos. Este é o mote do Fado Redux, uma experiência exploratória que olha para ontem e para a posteridade com uma desconfiança salutar, para depois fazer aqui e agora. A receita é simples: duas fatias de DJ sets e fado fresco no meio. Tragam palmas. Todas as terças, no Bicaense.

12294778_1181245548556342_4533333102700302506_n

Lavoisier / 1 de Dezembro de 2015 /

Lavoisier é uma química roubada e transformada. É impossível de criar. Lavoisier é a voz de Patrícia Relvas e a guitarra eléctrica de Roberto Afonso. Lavoisier começou enquanto terapia musical berlinense para tratar uma crise de identidade lusitânica. Lavoisier é música antropofágica que primeiro desconfia e depois fia de novo, para morder como quem beija. É John Gil, Caetano Mccartney, Elis Simone, João Buckley, Zeca Buarque, Afonso Relvas. Lavoisier é dar nome ao oxigénio. Lavoisier é pateada de bom gosto e palmas à palmatória. É impossível de perder.*

*texto que rouba e transforma o manifesto Lavoisier (whoislavoisier.com)

Joana Amendoeira / 08 de Dezembro de 2015 /

A voz de Joana Amendoeira chegou à ribalta quando venceu a “Grande Noite do fado do Porto” com apenas 12 anos de idade. Ao longo da sua carreira tem cantada nas melhores casas de Fado onde absorveu a arte dos fadistas mais antigos. O seu último disco, «Amor mais perfeito» é um tributo ao seu mestre, José Fontes Rocha, um dos maiores guitarristas e compositores de fado. Dia 8 é acompanhada por Pedro Amendoeira na guitarra portuguesa, Rogério Ferreira na viola de fado e Pedro Santos no acordeão. Palmas em flor, por favor.

Zaviyati African Trio / 15 de Dezembro de 2015 /

O trio que reúne Yami na guitarra e voz, Tiago Oliveira na viola de fado e
Ivo Costa na percussão, é um exemplo palpável e audível de como três correntes musicais diferentes podem juntar-se numa esquina de Lisboa para construir uma sonoridade própria, fértil em improvisações e mesclas de culturas. Dia 15 de Dezembro, da Bica para o mundo, reúne-se um triunvirato entre a música portuguesa, a anglo-saxónica e o jazz. Quem aparecer pode aplaudir e até dançar o solidó.

Tércio Borges & os Democratas do Samba / 22 de Dezembro de 2015 /

Tércio Borges, o embaixador do samba e do choro em Portugal, está na voz e no cavaquinho. Gabriel Godoi, dedilha o violão de 7 cordas e projeta a voz aos 7 ventos. Gonçalo Prazeres sopra e supera nos saxofones e flauta. Jesse Barbosa bate no pandeiro e voz. Quanto a João Fião apresenta-se na percussão e voz. Todos juntos, estes músicos personificam a evolução natural das típicas rodas de samba cariocas, dos pagodes domingueiros, e homenageiam o grupo Democratas do Samba original, ativo nos anos 50 do século passado. Palmas e chorinho para eles.

Pré-Fado e Fado ao Lado (DJ sets) por Mike Stellar

À procura da batida perfeita. Esta é a missão de Mike Stellar, sem se enclausurar em nenhum estilo ou público em particular. Já actuou nos melhores clubes e festivais, aquém e além-mar. Para o Fado Redux Mike, qual garimpeiro musical, elabora os DJ sets de Pré-Fado (21h30) que mergulham nas várias raízes do fado, bem como os sets Fado ao Lado (00h30), explorações sonoras com um parentesco mais ou menos próximo da canção nacional portuguesa.

Ideia e produção: Ricardo José Lopes

Direção artística (concertos): Marco Oliveira

Direção artística (DJs sets): Mike Stellar

Curadoria de ilustração: Nuno Saraiva

Ilustrador do mês: Hugo Henriques

Textos: Ricardo Henriques

Design: Ricardo Matos

Áudio: Miguel Guia

Vídeo e fotografia: Triciclo Filmes



Source link

Revista Hoteis

Revista Hoteis

Revista de Referencia de hoteis
Revista Hoteis
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

The Latest

To Top