Desporto | Sport

Dieta: como comer mais e emagrecer na mesma

Deve fazer cerca de 5 a 6 refeições por dia, de maneira a comer com intervalos de 2h30 a 3h. Se for “petiscando” constantemente ao longo do dia, perde a noção do que já comeu e acaba por comer mais do que necessita. Assim, é recomendado fazer refeições pequenas, mas frequentes para que consiga emagrecer.

E o que comer em cada uma destes refeições? Para quem gosta de comer em grandes quantidades deve apostar nos alimentos de baixa densidade energética, ou seja, aqueles que têm menos energia (kcal) por porção.

Os alimentos com menos energia, aqueles que pode incluir na sua dieta alimentar em maior quantidade são:

1. Água, chás e águas aromatizadas

 

Não é por acaso que a água está no centro da roda dos alimentos – beber água em grande quantidade é sempre uma boa opção. Em primeiro lugar porque a maioria da população não bebe a quantidade de água recomendada e, em segundo, porque este é o único alimento isento de energia. O facto de beber menos água do que se deve é prejudicial para a sua saúde e para a sua composição corporal. Existe ainda um fenómeno frequente em que muitas vezes a sede pode ser confundida com fome – na dúvida, primeiro beba água e se mantiver a “fome de algo” então coma.

Atenção: é melhor fazer as suas próprias águas aromatizadas, assim tem o sabor que quer na intensidade que quer e, mais importante, tem a certeza de que não têm açúcar adicionado.

2. Vegetais e legumes

Todos são permitidos e, em média, estes alimentos contêm entre 10 a 20kcal por 100g. Além do seu baixo valor energético estes irão conferir saciedade pelo seu teor de fibra. Assim, é aconselhado iniciar a refeição com sopa de legumes e ter sempre legumes e vegetais no prato. Deste modo, pode aumentar a quantidade de alimentos e controlar melhor a ingestão de outros alimentos mais densamente energéticos.

Atenção: as sopas e saladas podem muitas vezes ser “estragadas” com a adição de temperos como gorduras/molhos, perdendo assim a sua vantagem de alimentos fornecedores de pouca energia.

3. Frutas: mas não é qualquer fruta!

Para quem gosta de comer em grande quantidade, deve optar por frutas com mais teor de água e menor teor de açúcar. Exemplos destas são: os morangos, melancia, limão e meloa que variam entre 20 a 30 kcal/100g.

4. Existem ainda no mercado alguns alimentos com baixo teor energético que podem ser consumidos quando apeteça comer algo.

As gelatinas light para quem prefira algo doce, ou os triângulos de queijo light para quem prefira algo salgado, são bons exemplos deste tipo de alimentos.

Nota 1: os valores energéticos dos alimentos foram consultados na tabela da composição dos alimentos do Instituto Ricardo Jorge.
Nota 2: as recomendações neste artigo são direcionadas para a população saudável, não se aplicam a quem tem determinadas patologias. Alguma questão consulte o seu nutricionista.
Margarida Eustáquio
Nutricionista Holmes Place Amoreiras

 

Ler Mais > Visitar Site Parceiro [author_name]

Holmes Place

Holmes Place

Holmes Place at Holmes Place
Ginásios /centros de fitness · Nutricionista · Spa
em Portugal
Holmes Place

Latest posts by Holmes Place (see all)

Dieta: como comer mais e emagrecer na mesma

Most Popular

To Top