Connect
To Top

Angola forma os primeiros mestres em Microbiologia aplicada

Oito alunos da Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto apresentaram as teses da primeira edição do mestrado em Microbiologia aplicada de Angola, um projeto apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian desde 2013.

A Microbiologia aplicada engloba saúde, agricultura e pecuária (fitopatologia e sanidade animal), indústria (segurança alimentar e controlo microbiológico) e ambiente (bio remediação) e é uma área com enorme aplicabilidade no contexto económico e de saúde pública naquele país.

A criação deste mestrado contou com a parceria da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, mas foi integralmente lecionado em Angola. Três dos oito alunos são docentes da Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto, levando a um aumento da qualificação do seu corpo docente.

Até ao final do ano serão ainda apresentadas duas teses de alunos desta primeira edição, que as defenderão em 2018.

Source link

You must be logged in to post a comment Login

More in INTERNACIONAL

Mountain View

Mountain View

error: Content is protected !!